Reciclagem de madeira acumulada em aterro municipal

Reciclagem de madeira acumulada em aterro municipal

Lidar com o enorme acúmulo de lixo gerado pelo descarte de lixo doméstico ou de construção é um desafio para qualquer prefeitura, cooperativa de reciclagem ou mesmo empresas que trabalham com a coleta de entulho nas mais diversas cidades.

O volume gerado no transporte e em aterros municipais pelos resíduos como móveis danificados, madeira de construção, lixo doméstico e outros é muito grande. Entre processos de triagem e compactação é possível lidar com o descarte do lixo doméstico, porém os resíduos de madeira devido ao peso e volume precisam ser processados de maneira diferenciada.

Esse foi um desafio enfrentado por uma prefeitura municipal que possuía em seu aterro municipal um alto volume de restos de madeira de construção e restos de podas urbanas. O volume gerado por mês chegava as toneladas, e até então não havia um reaproveitamento do lixo de madeira.

Impressões de Uso e Resultados

Principais Vantagens

Reciclagem de madeira acumulada em aterro municipal

A solução veio por meio do processamento e reaproveitamento individual de resíduos sólidos de madeira e massa verde.

Para atender a crescente demanda de alocação do lixo gerado no município, a prefeitura precisou buscar uma maneira de solucionar o problema gerado pelo descarte do lixo no aterro de uma maneira rentável e sustentável.

Foi então que, por meio da aquisição de um Picador Florestal, a prefeitura pode dar início a um processo de limpeza do aterro sanitário municipal, agora podendo não apenas lidar reduzir o material já acumulado no aterro sanitário, mas lidar com a demanda mensal de coleta de lixo e podas.

A solução que a Lippel ofereceu para a prefeitura visa processar e destinar dois tipos diferentes de materiais em um único processo de picagem do material através de um picador florestal de grande capacidade de processamento, com o objetivo de reduzir todo o volume dos resíduos em até 80% e os deixando com um tamanho uniforme que possibilitaria o seu reaproveitamento.

Por meio da picagem e trituração de madeiras de construção e de móveis danificados, é possível produzir cavacos de madeira separados de impurezas e com alto valor calorífico que pode ser utilizado em diversas indústrias na queima da biomassa. Essa reciclagem da madeira pode ser feita tanto pela prefeitura, como diretamente por cooperativas de reciclagem ou empresas de entulho, que também possuem um alto volume de lixo a processar por semana.

Já por meio da trituração e picagem dos restos de podas urbanas, se tornou possível aplicar esses resíduos verdes na compostagem orgânica, gerando assim um rico composto orgânico que serve com adubo para o solo. A grande vantagem da compostagem orgânica é que, pela produção de adubo orgânico, é reduzida a necessidade de compra de fertilizantes artificiais para os hortos e canteiros da cidade, resultando não apenas em economia financeira, como na possibilidade de expandir as obras de paisagismo urbano, incentivando assim ações ambientais e melhorando a qualidade de vida da população.

Máquinas Utilizadas Nesta Solução


Orçamentos, Pedidos ou Mais Informações

Toras
Galhadas
Árvores inteiras
Restos de Serraria
Madeira Reciclada

ENTRE EM CONTATO

  • +55 (47) 3534-4266 - Fábrica
    +(47) 3300-1222
  • atendimento@lippel.com.br
  • Horário de Atendimento
    Segunda à Sexta das 7h30 às 17h30
  • Rua Pitangueira, 733 Agrolândia - SC
    CEP: 88.420-000 - Fábrica

CONECTE-SE

  • Instagram
  • Facebook
  • Youtube
  • Linkedin
@LIPPEL 2021 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
  • Idioma - Português
  • Idioma - Inglês
  • Idioma - Espanhol
Lippel utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação Saiba mais »