Projeto incentiva substituição de fontes de energia em padarias e pizzarias

A Câmara analisa o Projeto de Lei 806/11, do deputado Márcio Macêdo (PT-SE), que cria o Programa Nacional de Substituição e Suprimento de Fontes de Energia para Estabelecimentos Alimentares. Para Macêdo, a lenha deve ser substituída por outras fontes de energia, tais como a biomassa de plantios comerciais, o gás de cozinha e o gás natural.

O projeto prevê a abertura de linhas de financiamento com taxas de juros mais baixas para a implementação do programa. Isso poderá ser feito por instituições oficiais ou privadas, em especial com o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), o Banco do Nordeste, o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e bancos estaduais de fomento.

Veja a notícia na íntegra no site da Câmara de Deputados.

Para esse tipo de aplicação existe o Briquete, também conhecido como Lenha Ecológica, que pode ser fabricado com diversos tipos de resíduos de biomassa como serragem, bagaço de cana, casca de arroz, caroço de algodão e outros, e já está sendo adotado em diversas pizzarias e padarias em todo o país.

Outro biocombustível feito com biomassa é o pellet, muito utilizado nos paises de clima temperado e que já está encontrando seu lugar dentro dos fornos das pizzarias.

A Lippel atua há 35 anos no mercado de biomassa, fabricando máquinas e equipamentos para valorização da biomassa, reciclagem de resíduos de biomassa e geração de calor através da queima de biomassa. Para produção de briquetes e pellets a Lippel fabrica e vende desde briquetadeiras e peletizadoras até fábricas completas, desenhadas especialmente conforme a necessidade de cada projeto, além de fornalhas específicas para queima de briquetes e pellets.

Veja abaixo um vídeo mostrando como os briquetes estão sendo utilizados nas pizzarias.

 

 

Clique nas imagens abaixo e saiba mais sobre pellets e briquetes:


Compartilhar