Alimentação de Usinas Termoelétricas

Nosso sistema de alimentação de biomassa são projetada exclusivamente par cada cliente, nossos produtos são especializado para biomassa

Alimentação de Usinas Termoelétricas

As usinas termoelétricas tradicionais são instalações que geram energia elétrica a partir da queima de carvão, óleo combustível ou gás natural em uma caldeira projetada para esta finalidade específica. Essa caldeira é aquecida e a água em seu interior vira vapor, que impulsiona turbinas que por sua vez movem os geradores de energia.

O principal benefício de se utilizar usinas termoelétricas é que podem ser instaladas em qualquer lugar, não dependem de rios com características especiais como as hidroelétricas e ainda diminuem a necessidade de longas linhas de distribuição que, além do investimento exigido, aumentam o desperdício de eletricidade.

Atualmente é crescente o número de usinas termoelétricas que estão queimando biomassa ao invés dos combustíveis tradicionais para gerar eletricidade, o que traz diversos benefícios como a produção de energia “limpa”, pois a biomassa é um combustível carbono-neutro já que é extraída da natureza (que absorveu o carbono para formar a biomassa).

O uso da biomassa como combustível nas usinas termoelétricas também traz outras vantagens. Toda uma indústria de fornecimento de biomassa é criada no entorno da usina, geralmente dando oportunidade a produtores de biomassa florestal e mesmo a empresas da área de reciclagem de madeira.

O abastecimento de usinas termoelétricas a biomassa exige a instalação de diversos equipamentos, em anexo à usina. A demanda por biomassa para queimar é grande, e o fornecimento deve ser ininterrupto durante a operação da usina. Como normalmente a biomassa utilizada são cavacos de madeira, podemos citar alguns desses equipamentos:

- Picadores de madeira: transformam a madeira em toras – inadequadas para a queima controlada nas caldeiras da usina – em cavacos de madeira, que são alimentados automaticamente produzindo queima e temperatura uniforme.

- Rachadores de toras: usados para reduzir o tamanho da madeira que será triturada pelos picadores de madeira quando ela excede o diâmetro de abertura dos picadores de madeira. Os rachadores de toras são equipamentos de baixo custo, que facilitam o manuseio de toras de madeira de grande diâmetro e melhoram a performance da alimentação do sistema.

- Classificadores de disco: proporcionam a uniformidade dos cavacos de madeira, separando os pedaços de tamanho inadequado para a queima automatizada. Dessa forma são evitados entupimentos nos equipamentos de alimentação das caldeiras.

- Esteiras Transportadoras de Correia: equipamentos essenciais no projeto, levam a biomassa de uma etapa a outra no sistema com agilidade. No caso de uso externo, as esteiras transportadoras devem ter cobertura metálica para evitar ao máximo o contato da biomassa com a umidade.

- Elevadores de canecas: fazem a elevação da biomassa a partir do nível de recepção e transformação até o nível de alimentação do silo. Também podem ser construídas de acordo com a necessidade, conforme a altura da abertura de alimentação do silo.

- Moegas (tremonhas) e silos pulmão: são unidades de armazenamento temporário que recebem a biomassa vinda de fontes diversas e proporcionam a sua alimentação para outro equipamentos de forma controlada através de roscas extratoras.

- Roscas varredoras: responsáveis pela extração da biomassa dos silos horizontais, são dispositivos que varrem o fundo das pilhas de biomassa dentro do silos com movimentos de rotação e translação de forma a proporcionar o fornecimento uniforme da biomassa para o sistema.

A Lippel fabrica todos os equipamentos necessários para o abastecimento de usinas termoelétricas com biomassa.


Orçamentos, Pedidos ou Mais Informações